Desenvolvimento do controle cervical em crianças com paralisia cerebral

Micheli Martinello, Brunno Rocha Levone, Elaine Piucco, Lilian Gerdi Kittel Ries

Resumo


RESUMO

O controle cervical é uma das primeiras aquisições motoras voluntária da criança. A disfunção motora na Paralisia cerebral pode ocasionar atraso no desenvolvimento do controle cervical e fixação de padrões posturais patológicos. O objetivo deste estudo foi de identificar os recursos disponíveis na literatura para aquisição do controle cervical e relacioná-los com o caso de uma criança que apresenta severo atraso do desenvolvimento motor. Foram avaliados os reflexos primitivos, as reações de retificação e equilíbrio, o grau de espasticidade, a função motora ampla e as habilidades funcionais. Observou-se presença de reflexos primitivos e espasticidade em todos os membros, deficiência ou ausência das reações de retificação e equilíbrio e limitação funcional muito severa. A obtenção de um desenvolvimento neuropsicomotor mais normal possível é o objetivo principal no tratamento de uma criança com paralisia cerebral. Observou-se escassez de estudos relacionados ao controle cervical, apesar de ser um precursor necessário para outras aquisições motoras e posturais.


Palavras-chave


Paralisia Cerebral, Desenvolvimento Infantil, Modalidades de Fisioterapia

Texto completo:

PDF




 

HU Rev., Juiz de Fora, MG, Brasil. e-ISSN: 1982-8047 / p-ISSN: 0103-3123 

 

INDEXADORES:

      

 

   

 

  

 

 

 

 

 

 

Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia