UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Identificação de prescrição de medicamentos que podem ocasionar constipação, Delirium e Xerostomia na alta hospitalar de idosos

Camila Priscila Barbosa Alves, Jéssica Soares Malta, Josiane Moreira Costa

Resumo


O presente estudo tem o objetivo identificar potenciais riscos de constipação, xerostomia e delirium, ocasionados por medicamentos prescritos para idosos acompanhados pelo Serviço de Referenciamento Farmacoterapêutico (SRF), no momento da alta hospitalar. Trata-se de um estudo descritivo, desenvolvido em um hospital público geral de ensino de Belo Horizonte, entre 17 de janeiro e 3 de dezembro de 2014. A amostra estudada foi a de prontuários dos pacientes acompanhados pelos residentes farmacêuticos. Utilizou-se um relatório informatizado para identificação dos pacientes. Em seguida, identificou-se a prevalência de receituários de alta que recomendavam o uso de medicamentos com potencial de ocasionar xerostomia, delirium e constipação. Foram incluídos nos serviços 135 pacientes com mediana de idade de 68 anos, sendo 48,5% do sexo feminino. Os pacientes tiveram uma média de 6 medicamentos prescritos na alta hospitalar. Foi identificada uma prevalência de 85,21% prescrições de medicamentos que potencializam constipação, 46,3% que potencializam xerostomia e 26,76% que potencializam delirium. Foi possível identificar um considerável número de prescrições contendo medicamentos com riscos de xerostomia, delirium e constipação.  Recomenda-se a implementação de intervenções que avaliem o risco x benefício da prescrição desses medicamentos, realização de alertas aos pacientes e à Atenção Primária e identificação de outras opções farmacêuticas com menor potencial de danos.


Palavras-chave


Constipação. Xerostomia. Delirium. Medicamentos. Idosos.

Texto completo:

PDF
Universidade Federal de Juiz de Fora