UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora

Sobrevida e fatores de risco de mortalidade em pacientes sob hemodiálise

Déborah Elisa Almeida Winter

Resumo


Objetivo: O objetivo deste estudo é determinar o padrão de mortalidade de pacientes em hemodiálise no Centro Pró-Renal de Barbacena e determinar a influência das variáveis mencionadas na sobrevida desses pacientes no período de agosto de 2004 a julho de 2011.

Método: trata-se de um estudo de corte transversal constituído de uma amostra de 202 pacientes sob tratamento hemodialítico. A análise dos dados foi feita em microcomputador, com recursos de processamento estatístico do “software” (STATA 9.2). Foram construídas as distribuições de frequência e calculadas as medidas, desvios padrões e percentagens indicadas para cada variável. Resultados: a taxa de sobrevida foi de 85% no final do primeiro ano de tratamento e 67% no quinto ano. As principais causas de óbito foram doenças cardiovasculares (34,4%), outras causas (21,3%) e doenças infecciosas (16,4%).  Valores de Kt/V acima de 1,3 , hemoglobina  >7 g/ dL, ferritina entre 200 e 800,  PTH < 400, albumina sérica > 3,5g/dL estão relacionados com melhores taxas de sobrevida.

Conclusões: as variáveis albumina, Kt/V, hemoglobina, ferritina e PTH estão relacionadas à sobrevida e são preditivos de fatores de risco de mortalidade para pacientes hemodialíticos. Para se obter bons resultados prognósticos em relação aos pacientes em tratamento hemodialítico, é fundamental que as variáveis analisadas no estudo sejam corretamente avaliadas.


Palavras-chave


Insuficiência Renal Crônica. Hemodiálise. Sobrevida. Mortalidade

Texto completo:

PDF

Referências


AJIRO, J; ALCHI, B.; NARITA, I.; OMORI, K.; KONDO, D.; SAKATSUME, M. et al. Mortality predictors after 10 years of dialysis: a prospective study of Japanese hemodialysis patients. Clinical Journal of the American Society of Nefhrology, Washington, v.2, n.4, p.653-660, 2007.

ALMEIDA, F.A; MACHADO, F. C.; MOURA JÜNIOR, J. A.; GUIMARÃES, A. C.. Mortalidade global e cardiovascular e fatores de risco de pacientes em hemodiálise. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, São Paulo, v.94, n.2, p. 201-206, 2010.

AMMIRATI, A. L.; WATANABE, R.; AOQUI, C.; DRAIBE, S. A.; CARVALHO, A.B.; ABENSUR, H. et al. Variação dos níveis de hemoglobina de pacientes em hemodiálise tratados com eritropoetina: uma experiência brasileira. Revista da Associação Médica Brasileira,São Paulo, v. 56, n.2, p. 209-213, 2010.

ARANTES, R. L. Avaliação do risco cardiovascular em pacientes com doença renal crônica – Importância e limitações dos diferentes métodos. Revista Brasileira de Hipertensão, Rio de Janeiro, v. 15, n.3, p.173-176, 2008.

AZEVEDO, D. F.; CORREA, M. C.; BOTRE, L.; MARIANO, R. M.; ASSIS, R. R.; GROSSI, L. et al. Sobrevida e causas de mortalidade em pacientes hemodialíticos. Revista Médica Minas Gerais, Belo Horizonte, v.19, n.2, p.117-122, 2009.

BARBERATO, S. H.; PECOITS-FILHO, R. Alterações ecocardiográficas em pacientes com insuficiência renal crônica em programa de hemodiálise. Arquivo Brasileiro de Cardiologia, São Paulo, v.94, n.1, p.140-146, 2010.

BARBOSA, D. A.; GUNJI, C. K.; BITTENCOURT, A. R. C.; BELASCO, A. G. S.; DICCINI, S.; VATTIMO, F. et al. Co-morbidade e mortalidade de pacientes em início de diálise. Acta Paulista de enfermagem, São Paulo, v.19, n.3, p. 304-309, 2006.

BEERENHOUT,C.; BEKERS, O.; KOOMAN, J.P.; VAN DER SANDE, F. M.; LEUNISSEN, K. M. A comparison between the soluble transferrin receptor, transferrin saturation and serum ferritin as markers of iron state in hemodialysis patients. Nephron, Basel, v.92, n.1, p.32-5, 2002.

CANZIANI, M. E. F. Doenças cardiovasculares na doença renal crônica. Jornal Brasileiro de Nefrologia, São Paulo, v. 26, n. 3, supl. 1, p. 20-21, 2004.

CAVALCANTE, S.A.; FERNANDES, G.V. Doença renal crônica. In: FILGUEIRA, N. A. Condutas em clínica médica. 4 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. Cap 35, p. 491-500, 2007.

COHEN, L. M.; RUTHAZER, R.; MOSS, A. H.; GERMAIN, M. J. Predicting six-month mortality for patients who are on maintenance hemodialysis. Clinical Journal of American Society of Nephrology, Washington, v.5, p.72-79, 2010.

FELDMAN, H. I.; APPEL, L. J.; CHERTOW, G. W.; CIFELLI, D.; CIZMAN, B.; DAUGIRDAS, J. et al. The chronic renal insufficiency cohort (CRIC) study: design and methods. Journal of American Society of Nephrology, Baltimore, v.14, p.148-153, 2003.

HASUIKE, Y.; NONOGUCHI, H.; TOKUYAMA, M.; OHUE M.; NAGAI, T.; YAHIRO, M. et al. Serum ferritin predicts prognosis in hemodialysis patients: the Nishinomiya study. Clinical and Experimental Nephrology, Tokyo, v.14, n.4, p.349-55, 2010.

LOCATELLI, F.; PISONI, R. L.; COMBE, C.; BOMMER, J.; ANDREUCCI, V. E.; PIERA, L. et al. Anemia in hemodialysis patients of five European Countries: association with morbidity and mortality in the Dialysis Outcomes and Practice Patterns Study ( DOPPS). Nephrology, Dialysis, Transplantation, Oxford, v.19, n.6, p.1666, 2004.

KALANTAR, Z, K.; DON, B. R.; RODRIGUEZ, R. A.; HUMPHREYS, M. H. Serum ferritin is a marker of morbidity and mortality in hemolialysis patients. American Journal of Kidney Diseases, Oxford, v.37, n.3, p.564-72, 2001.

MARTINS, H. S. IRC e métodos dialíticos. In: MARTINS, Herlon S. Principais temas em nefrologia para concursos médicos. São Paulo: Medcel. cap.5, p.91-114, 2005.

MIRANDA, S. P.; SILVA JÚNIOR, G. B.; DAHER, E. F. Síndrome cardiorrenal: fisiopatologia e tratamento. Revista da Associação Médica Brasileira, São, Paulo, v.55, n.1, p.89-94, 2009.

MORSCH, C.; GONCALVES, L. F.; BARROS, E. Índice de gravidade da doença renal, indicadores assistenciais e mortalidade em pacientes em hemodiálise. Revista da Associação Médica Brasileira, São Paulo, v.51, n.5, p.296-300, 2005.

NAVES, D. M.; PASSLICK-DEETJEN, J.; GUINSBURG, A.; MARELLI, C.; FERNÁNDEZ-MARTÍN, J. L.; RODRÍGUEZ-PUYOL, D. et al. Calcium, phosphorus, PTH and death rates in a large sample of dialysis patients from Latin America. The CORES Study. Nephrology, Dialysis, Transplantation, Oxford, v.26, n.6, p.1938-47, 2011.

PINHEIRO, M. E. ALVES, C. M. P. Hipertensão arterial na diálise e no transplante renal. Jornal Brasileiro de Nefrologia, São Paulo, v.25, n.3, p.142-8, 2003.

PISONI, R. L.; BRAGG-GRESHAM, J. L.; YOUNG, E. W.; AKIZAWA, T.; ASANO, Y.; LOCATELLI, F. et al. Anemia management and outcomes from 12 countries in the Dialysis Outcomes and Practice Patterns Study ( DOPPS). American Journal of Kidney Diseases, New York, v.44, n.1, p.94-111, 2004.

QURESHI, A. R.; ALVESTRAND, A.; DIVINO-FILHO, J. C; GUTIERREZ, A.; HEIMBÜRGER, O.; LINDHOLM, B. et al. Inflammation, malnutrition, and cardiac disease as predictors of mortality in hemodialysis patients. Journal of American Society of Nefhrology, Batimore, v.13, n.1, p.28-36, 2002.

RIELLA, M. C.; PECOITS-FILHO, R. Insuficiência renal crônica: fisiopatologia da uremia. In: RIELLA, Miguel C. Princípios de nefrologia hidroeletrolíticos. 4. Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. cap. 37, p.661-690, 2003.

RONCO, C. M. D.; HAAPIO, M.; HOUSE, A. A.; ANAVEKAR, N.; BELLOMO, R. Cardiorenal syndrome. Journal of the American College of Cardiology, New York, v. 52, n.19, p.1527-1539, 2008.

SALAHUDEEN, A. K.; DYKES, P.; WARREN M. Risk factors for higher mortality at highest levels of spKt/V in haemodialysis patients. Nephrology, Dialysis, Transplantation, Oxford, v.18, n.7, p.1339-1344, 2003.

SANTOS, N. S. J.; DRAIBE, S. A.; KAMIMURA, M. A.; CUPPARI, L . Albumina sérica como marcador nutricional de pacientes em hemodiálise. Revista de Nutrição, Campinas, v.17, n.3, p. 339-349, 2004.

SESSO, R. C. C.; LOPES, A. A.; THOMÉ, F. S.; LUGON, J. R.; BURDMANN, E. A. Brazilian dialysis census, 2009. Jornal Brasileiro de Nefrologia, São Paulo, v.32, n.4, p.374-378, 2010.

SILVA, L. A. B.; MEZZONO, F. N.; PANSARD, H. M.; ARANTES, L. C.; REMPBEL, W.; ARGENTA, L. C. et al. Sobrevida em hemodiálise crônica: estudo de coorte de1009 pacientes em 25 anos. Jornal Brasileiro de Nefrologia, São Paulo, v.31, n.3, 2009.

SILVEIRA, C. B.; PANTOJA, T. K. O. R.; SILVA, A. R. M.; AZEVEDO, R. N.; SÁ, N. B.; TURIEL, M. G. P. et al. Qualidade de vida em pacientes em hemodiálise em um hospital público de Belém – Pará. Jornal Brasileiro de Nefrologia, São Paulo, v.32, n.1, p. 39-44, 2010.

VALENZUELA, R. G. V.; GIFFONI, A. G.; CUPPARI, L.; CANZIANI, M. E. F. Estado nutricional de pacientes com IRC em hemodiálise no Amazonas. Revista da Associação Médica Brasileira, São Paulo, v.49, n.1, p. 72-78, 2003.

YOUNG, E. W.; GOODKIN, D. A.; MAPES, D. L.; PORT, F. K.; KEEN, M. L.; CHEN, K., et al. The Dialysis Outcomes and Practice Patterns Study (DOPPS): An international hemodialysis study. Kidney International, New York, v.57, p.74-81, 2010.

ZATZ, R. Insuficiência renal crônica (IRC). In: RIELLA, Miguel C. Princípios de nefrologia hidroeletrolíticos. 4. Ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. cap. 36, p. 649-660, 2003.


Universidade Federal de Juiz de Fora